14.2.10
aura-t-il un jour une dernière lettre ?

Ele escreveu: passaria a vida a indagar sobre a função da lembrança, que não é o oposto do esquecimento, antes o seu avesso. Nós não lembramos, recriamos a memória como recriamos a história. Como pode alguém lembrar a sede?

Citação e fotogramas de Sans Soleil, de Chris Marker, França, 1983.

Texto completo:
em inglês
em francês [pdf]

Etiquetas:

 
posted by Eduardo Brito at 2:59 da tarde | Permalink |


0 Comments: