2.6.09
antropia.


Estamos em Toledo e em Edimburgo, em finais do século XIX. Dois investigadores, um matemático e um filósofo, desconhecidos um do outro, chegam a uma mesma conclusão por saberes e estudos diferentes. Investigam e sintetizam aquele momento em que, por sermos portadores de um elemento decisivo para a vivência de outro, lhe mudamos o curso normal da sua vida, revelando-o: uma arma que se usa, uma notícia que se dá e a vida do outro entra em refracção. Uma teoria filosófica e uma equação matemática que explicam este mesmo intervalo foram apresentadas em em Paris, no verão de 1900. Antropia é uma construção narrativa sonora e visual que conta a história destes acontecimentos. Baseia-se na tradução livre de partes do único livro que existe sobre o tema: "A Short Sense of Omniscience", escrito na década de cinquenta do século passado, por Laura Adler.


Selecção e fixação de texto
Eduardo Brito

Voz
Ricardo Vaz Trindade

Música
José Macedo / Joana Gama / Ricardo Vaz Trindade

Piano
Joana Gama


Uma apresentação incluida em

Embankment #6


Sábado, 20 de Junho, 18h00


Espaço Campanhã
Rua Pinto Bessa, 122, Armazém 4.
Porto


mais sobre Antropia em breve.
 
posted by Eduardo Brito at 12:24 da tarde | Permalink |


0 Comments: