1.9.08
it is so simple. but it can't be explained in words.
Cabo Horn visto do veleiro de Bernard Moitessier.


Em mil novecentos e sessenta e oito, oito navegadores solitários tentaram dar a volta ao mundo em veleiro. A corrida tinha como prémio cinco mil libras e não admitia qualquer paragem em terra. Seguir-se-ia a rota dos grandes cabos, pelo hemisfério sul.




Donald Crowhurst, durante a corrida.
Quatro marinheiros desistiram pouco depois do começo. Um quinto abandonou a meio, por naufrágio. Dos três restantes, um ganhou a corrida. O outro, Donald Crowhurst, marinheiro sem experiência, forjou uma rota que nunca percorreu. Por isso, a dada altura, foi tido como presumível vencedor da corrida. Ante a ameaça da descoberta de tão grande fraude, enlouqueceu, escreveu uma explicação da condição humana no seu diário de bordo e suicidou-se.




Bernard Moitessier.
Bernard Moitessier, depois de sete meses no mar e a seis semanas do regresso, não quis acabar a corrida. Curvou a sul e continuou a viajar, solitário. No seu diário escreveu


After Cape Horn, I felt I knew I didn't want to come back. You see, it didn't seem worth it.I could feel it. I didn't say so to anyone. I didn't dare to. I hardly dared admit it to myself.
(...)
I do not know how to explain to Françoise and the children my need to continue towards the Pacific... to be at peace.

I know I am right.

I feel it deeply.

I know exactly where I am going.

How could they understand that?

It is so simple.
But it can't be explained in words.




Fontes: Deep Water, de Louise Osmond e Jerry Rothwell , UK, 2007 (fotogramas). The Strange Last Voyage Of Donald Crowhurst, de Nicholas Tomalin & Ron Hall, Stein & Day, 1970.

Etiquetas: ,

 
posted by Eduardo Brito at 7:30 da tarde | Permalink |


0 Comments: