15.7.08
a divina desordem: a estátua em movimento.
O cinema espelho: La Dolce Vita (1960), Good Bye Lenin! (2003) e To Vlemma tou Odyssea (1995).

Etiquetas:

 
posted by Eduardo Brito at 9:50 da manhã | Permalink |


1 Comments:


At 5:16 da tarde, Anonymous Anónimo

uma estátua em terra quase nunca se move.