18.4.07
o diabo dentro.

Romaria de S. Bartolomeu do Mar, 24 de Agosto de 2006.
Fotografia: © Eduardo Brito, digital.


Os primeiros registos da romaria datam de mil quinhentos e oitenta e cinco. Diz-se que no vigésimo quarto dia do mês de Agosto, o Diabo anda perto do Mar. E só o Apóstolo Bartolomeu, de espada em riste, o consegue afastar dos corpos das crianças. Assim se cumpre o rito, ano após ano, até ao fim dos tempos: primeiro, a criança, acompanhada pelos pais ou avós, dá três voltas à Igreja com um frango (o pito) preto nas mãos. Depois, a criança entra na Igreja e passa por baixo do andor onde o Santo espera para sair em procissão. Por fim a criança desce até à praia e em exorcizante banho santo, rompe um um ímpar número de vezes as ondas do mar de Agosto, libertando-se de todas as suas maleitas. No final do dia e quando o Santo regressa a casa, os pitos pretos vão a leilão e o Diabo volta às colinas.
 
posted by Eduardo Brito at 9:58 da manhã | Permalink |


0 Comments: