21.3.07
não sem algum embaraço, quase pudor...
... faço referência às palavras do Gustavo Sampaio, que muito me honram e que aqui agradeço. Já sem quase pudor, recomendo vivamente a transparência de vidro da sua excelente escrita casual.
 
posted by Eduardo Brito at 5:40 da tarde | Permalink |


0 Comments: